Friday, September 15, 2006

 

Primavera Burocrática no OP

Camaradas,

É com grande alegria que vos comunico que O Partido iniciou uma primavera burocrática formidavel nos últimos tempos. Não só os seus meios se expandem como também o seu impacto na blogosfera aumenta. Recentemente o Blog - Fuga para a vitória - publicou um pequeno artigo de divulgação não só do nosso trabalho em prol da burocracia, como também acerca das nossas estruturas e motivações. De forma a reflectir as boas relações diplomáticas entre os nossos dois blogs deixo aqui não só os links respectivos, como também utilizo a imagem de marca do Fuga para a vitória, de forma a ilustrar da melhor forma o nosso apreço pelo texto que eles nos dedicaram. Sugiro também a todos os Camaradas o seguimento deste texto e se possivel uma palavra de agradecimento pela descrição que eles nos ofereceram.

Entre outras boas noticias queria também referir a utilização pela primeira vez da nossa arma de propaganda em massa, o Camarada Funcionário Lentes de Contacto. O blog escolhido para o efeito foi, como seria de esperar, o Fuga para a victória. Espero que eles reconheçam este facto como um gesto de gratidão pois para o Secretariado considera-se uma honra poder utilizar o Camarada Lentes de Contacto desta forma pela primeira vez. Neste sentido informa-se também os Camaradas que o nosso querido Camarada 1º Secretario responsavel pelas Brigadas de Contacto em breve publicará textos tendo em vista a criação de uma estratégia de participação de todos os Camaradas neste programa. Nesse sentido o Camarada Atum também enviará os dados relevantes por mail para a utilização correcta do Camarada Lentes de Contacto.

No seguimento deste espirito primaveril o Secretariado propõe ao relactor processual do politburo um arquivamento de todos os processos disciplinares por ausência de voto, bem como o arquivamento do processo disciplinar ao Camarada Fábio Mamadu por utilização indevida do Mail de O Partido. Estes pedidos vêm no sentido de uma nova politica do Secretariado de garantir a todos os Camaradas uma segunda oportunidade neste periodo de amnistias. Tal não deve ser entendido no entanto como um relaxamento da máquina processual disciplinar do OP.

Dentro do espirito de colaboração de produção burocrática que tem marcado os últimos tempos de O Partido, espero que o processo da criação da Grande Confederação Internacional de Partidos Burocráticos seja novamente reacendida pelos Camaradas Protocristo e Independente, pois são neste momento os camaradas em melhor posição para o fazer. O Camarada Protocristo na condição de proponente principal e o Camarada Independente na condição de Secretário com responsabilidades na organização das discussões do Comité Central.

Por último o Secretariado quer relembrar que se encontram abertas as candidaturas ao Gabinete comunica com o Camarada .

Camaradas este é o momento para deixarmos a burocracia florescer de forma a aproveitar o espirito primaveril que se vive em O Partido.

Viva o OP Camaradas!!!!!!!!!!!! Viva a Burocracia!!!!!!!!!!!!

O Secretariado do Comité Central do OP

Comments:
... sentes agora um cheirinho da influencia de um Rei ó Pequenito? Que ninguém imola o Enola já todos os Camaradas sabiam, mas a lição que começas agora a assimilar como líder que "pretendes" ser é que não existe erro mais crasso que eliminar um Rei tornando-o um Mártir...
Balariu confio que começas a "coçar te" um pouco com a influência de um grande Rei, é possivel que possas passar por uns largos periodos de sudação, mas também te prometo que isso passará com o regresso supremo de um verdadeiro Rei ao seu trono...
O prestigio do Grande Rei Enola é enorme perante os seus súbditos como podes constatar ó pequenito...
 
O meu objectivo ao escrever neste blog foi tão somente fazer saltar os coelhos politizados deste insultuoso pasquim pró-império, e assim distingui-los de outros que em tempos me disseram que por detrás da aparência jocosa não havia nenhuma direcção intencional. Consegui o meu objectivo. Agora vou aceitar responder matematicamente à pequenez por mero gozo.

Adam Smith, filósofo do século 18, precedeu e inspirou ideologicamente a revolução americana (1776) e a revolução francesa (1789), as duas revoluções burguesas liberais, que a par da revolução industrial inglesa, tornaram obsoleto o modelo económico feudal. É curioso que para ti um matemático do século 20 tenha influenciado mais o que se passou 200 anos antes dele, e só pode ser explicado por, provavelmente, seres ainda um dedicado estudante de economia ou gestão embevecido por lentes que te dão 18s a anti-marxismo; é a escola primária do bom aluno anti-comunista primário.

Já li bíblia e tu? Já li o Capital e tu? Sei que o Capital é um trabalho não ideológico (como o são outras obras de Marx, como o manifesto ou o materialismo dialético), é essencialmente um documento histórico, científico e em muitas passagens jornalístico, sobre a transição, com os seus interesses e promessas, da sociedade feudal para o modelo capitalista que então era criado. O meu obrigado ao Marx por abrir a pestana aos que mais tarde nasceram pensando que sempre assim fora, e que ao lerem o Capital puderam ver que de natural o capitalismo só tinha luta da classe burguesa pela hegemonia, ou seja a luta de classes. A forma como glorificas o dito matemático com distúrbios mentais assemelha-se, isso sim, ao culto de um profeta como o de Moisés ou o de Maomé.

Essa ideia de que num sistema comunista todos ganham o mesmo independentemente do trabalho, e que os bens de luxo são absolutamente proibidos ou a sua produção impossível, ou até que andam todos vestidos de igual, tem vindo a fazer escola. A verdade é que tal nunca sucedeu em nenhuma sociedade socialista como agora se pretende fazer crer. O mérito e a poupança sempre provocaram desigualdades no poder de compra sem que por isso houvesse qualquer desequilíbrio pois o que se pretende é que a acumulação não sirva para a exploração, e se ninguém for empregado de ninguém tal especulação sobre o trabalho será de todo impossível. O resultado será o de pessoas com diferentes prioridades a adquirir produtos cujo valor é o seu valor real, isto é, cujo valor é o do custo de produção.

Quanto à parvoíce do champanhe posso até brincar como se aceitasse os argumentos anti-comunistas primários… que tal quotas de bianuais para uma garrafa de champanhe?

Para mim, por exemplo, o dito “produto de elevada qualidade”, equivale a vinho branco com borbulhinhas, só serve para pró fim dano e pode ser raposeira.

(Este argumento teu pareceu-me bem estúpido pois ninguém consome champanhe todos os dias a não ser a paris hilton e essa faz o mesmo com a coca que também é um produto de elevada qualidade e que no teu sistema só está disponível no mercado negro)

Além disto aconselho-te a estudar melhor o que sabes sobre o walras porque o tipo é anti-keynesiano e o que tu expões sobre a sua teoria do equilibrio está truncado em favor da tua argumentação demonstrando a tua franca desonestidade intelectual.

(o sistema de castigos que te repugna é o mesmo sistema que por aqui combate o homicídio, o roubo, o crime económico, a violação – chama-se direito penal)


«Também na India colonial os agentes da altura preferiram o poder Inglês ao poder Mongol»

O Império Mongol na Índia terminou no século 13. Querias provavelmente falar do Império Mogol, cuja cúpula era constituída por indianos islamizados.
Se os indianos preferiam o Império Britânico ao Mogol é discutível pois não há registo de qualquer consulta popular


A revolução russa veio permitir que os povos que compunham o império russo, adquirissem o estatuto de cidadania antes só acessível aos russos. O próprio stalin, um georgiano, se fosse czar da rússia imperial, só poderia ter paralelo numa rainha de Inglaterra preta ou indiana. Stalin pela sua aplicação anti-dialética (e como tal anti-marxista-leninista) do sistema de produção colectivizado num país feudal, conduziu a terríveis danos à população do seu país, é inegável. Como também é inegável que a perestroika, quando liberalizou uma economia, que apesar da sua brutal génese, funcionava de forma planificada e colectivizada, foi igualmente anti-dialética. Gorbachov, no seu livro perestroika apressa-se a citar Lenine em cada parágrafo com o intuito de justificar a reforma liberal que viria a ser catastrófica, esquecendo-se deliberadamente que Lenine é pós-czar e pré-stalin.

O presente sistema económico global utiliza quotas de produção para prepectuar a escassez que preserva o lucro, isto é, a supressão das necessidades baixa os preços impedindo o lucro, levando ao inevitável colapso económico com falências em dominó, como sucedeu na Grande Depressão de 1929; sendo que neste caso a especulação bolsista (esse casino mundial) a respeito de ganhos futuros teve um sinérgico contributo.
O objectivo presente não é, portanto, a supressão das necessidades, pelo contrário. Se isto não é desumano e irracional…
As ditas quotas de produção servem portando de arames que seguram uma frágil e estúpida engrenagem.
Além disto, objectivo do lucro não é que o trabalho útil seja feito, é simplesmente que cada um faça mais por menos para que a mais-valia (lucro) possa ser extraída do seu trabalho. Assim, apesar dos métodos tecnológicos modernos que facilitam a produção (e que prometiam no inicio do século 20 o “fim do trabalho”) o horário laboral continua a aumentar e, pasme-se, a par de um desemprego galopante! É isto progresso? Para mim é obsceno.


«Pergunte aos ucranianos pois enquanto Krushov esteve por lá antes de ser Secretário-Geral dizimou 1 milhão deles.»

Este tipo de afirmações numéricas infundadas tipo blog do PNR não merecem comentários.


Quando Mao subiu ao poder na china esta era a nível de pobreza equivalia ao presente de moçambique (o país mais pobre do mundo) e a nível de população equivalia ao presente da china (o país mais populoso do mundo).

(actualmente a china de vermelho apenas tem a bandeira)

O Pol Pot foi apoiado pelo Nixon e derrubado pelos comunistas vietnamitas.

A teoria do espaço vital apadrinhada tanto pelo Kaiser Guilherme II como por Hitler em ambas as guerras mundiais, tem muito a ver com economia, e muito pouco a ver com ódio.
O problema da Alemanha era que os “pretos” de todo o mundo já tinham todos “dono” quando este império se quis expandir em busca de mercados, mão-de-obra, e fontes de matéria prima. Surgiram então novos teóricos raciais alemães com novas ideias para estratificar ainda mais as raças humanas previamente estratificadas pelos brancos como o anglo-saxónico Dr. Knox. Em suma pretendia-se neo-pretos para justificar o paternalismo imperial e os “inevitáveis” massacres em outras paragens, isto é, na Europa de leste. Os judeus compunham cerca de 40% da população citadina do leste europeu, e a sua perseguição além de popular nestes países (pelo ódio religioso secular, pelas dívidas aos agiotas judeus que podiam assim desaparecer, ou simplesmente por inveja do seu estrato social) servia na perfeição lógica imperial do espaço vital, uma vez que se pretendia substituir a população citadina por colonos alemães e preservar o número necessário dos também inferiores eslavos rurais para escravos. Este controlo numérico de seres humanos/mão-de-obra como se de um produto se tratasse é primeiramente falado pelo teu inocente Adam Smith e largamente aplicado através do extermínio desde a Tasmânia britânica, passando pelo Sudão francês, até aos Camarões do kaiser (só para citar alguns exemplos).


«Como julgo que a sua ignorância é mesmo muito grande deixo-lhe aqui um conselho. Cuidado com o que defende. Também muitos que se levantaram para defender a revolução francesa, a revolução dos oprimidos tiveram o mesmo fim, a guilhotina. O que começou como um principio filosófico engrandecedor tornou-se num espectaculo vil de decapitações na praça central.»

Resumir simplisticamente a Revolução Francesa a isto e chamar ignorante a quem nunca a mencionou é de quem aprende muito no canal panda e depois quer fraternamente vir ensinar os outros. É uma pena que a French Revolution não faça parte dos conteúdos programáticos lá da faculdade, não é pequenito?!...

O «velhinho simpático» foi assassinado com 60(!) anos a mando homem que Lenine mais temia como possível líder da revolução russa. Lenine morreu em 1924, 2 anos após o fim guerra civil que o exército vermelho combateu e venceu contra uma coligação internacional composta por russos e cossacos czarirstas, ingleses, alemães, americanos, checos, polacos, turcos e japoneses (maior que a do Iraque han pequenito?!).

Perante a tua desonestidade a responder e a minha paciência a responder de volta peço-te que pelo menos respondas a estas 2:

1- Concordas com a nacionalização das Seguradoras?

2- Aprovas a privatização do Sistema Nacinal de Saúde?


Leon é Jara, que é camarada de verdade e não entende como Vasco, Gonçalo e Canin participam neste infame blog
 
Não me vou perdoar por nao ter jogado no Euromilhões esta semana... sempre suspeitei que alguém tão megalómano não poderia ser outro senão este mesmo personagem... daí também não entender o desperdicio de caracteres dispendido em O Partido nestes últimos dias... Caro Jara sempre nutri grande consideração pela sua pessoa e se se considera "Camarada de verdade" opte então pela verdadeira Camaradagem e poupe-nos aos seus longos discursos...
 
Ou então proponho-lhe caso o seu intuito seja o de educar, instruir ou esclarecer os Camaradas em O Partido sobre algo que o incomode, que opte então pela sua filiação no mesmo de modo a que possa adquirir algum tipo de crédito e possa contribuir construtivamente para um incremento no intelecto dos restantes camaradas... caso contrário não passará de uma enciclopédia ambulante correndo o risco de nunca se aliviar convenientemente do peso de tanta informação...que acabará por perceber que se torna de uma inutilidade extrema...
 
Caro Leon (porque nao lhe posso dar outro nome), este nao e o lugar para lavar roupa suja. Se acha infame muito bem, problema seu, deixe de aparecer. Digo-lhe ja que tenho plena conviccao que nao faz ideia do que certas coisas significam visto ser tao acerrimo defensor das suas conviccoes que trata
tudo o resto como se fosse nada. Nao vou discutir historia consigo porque conheco muito bem esses caminhos. So lhe digo que tudo o que veio aqui fazer nao lhe fica bem. Nao e voce que vai determinar aquilo que os outros fazem, nem quem e ou deixa de ser camarada. Acusar os outros de "truncar" a favor da sua argumentacao e tambem de si desonesto porque voce sabe muito bem que tambem e capaz disso quando quer e pode, ou julga que e detentor da verdade pura?

Independentemente de ideologias que voce tambem acusa O Partido de ter (ainda vai descobrir que nem tudo nesta vida e ideologico), toda esta actuacao era desnecessaria. Se voce nao entende nao somos nos que temos de lhe explicar. Possivelmente a ausencia teria-lhe ficado melhor.

Tenho apreco pelo camarada sendo que ate fui eu que lhe facultei um desses livros, que ate chateia que os use como estandarte, mas julgo que neste momento nao esteve bem. Deixe os camaradas porque eles ja sao crescidinhos para decidir por si proprios.
 
kalem-me esse leon

o pequenito balariu e grande

jokas especiais p ti, pequenito

*******************
 
Nota de esclarecimento:

Não tenho nada que ver com este blog.

Não há vida n'O Partido, só em Markl
 
Bem Leon,

A sua desonestidade encontra-se escarrapachada a todos os niveis.

Em primeiro lugar é desonesto ao ponto de saber quem eu sou mas não se querer identificar logo á partida. Essas tacticas podem servir nos seus meios mas comigo não.

A segunda desonestidade é intelectual. Você não discute, vomita. Você não fala em termos cientificos, fala em termos ideológicos. O seu objectivo claro - vencer pelo cansaço mas olhe que comigo isso é muito dificil pois eu sou muito determinado.

A terceira desonesidade é utilizar a aldrabice pura e dura para defender as suas fabulações.

Vou começar por um ponto já antigo. Então você é o tal que tem dois empregos precários e passa a vida no trânsito e a vida é uma merda, bla, bla, bla... . Sabemos muito bem que você é um previligiado que vive em casa dos paizinhos com 25 anos, ainda a cursar na área de medicina. Trabalhar talvez para o bronze. Eu não tenho nada contra isso mas acho profundamento desonesto utilizar isso para atacar outras pessoas como algum tipo de superioridade moral.

Acerca do que você repete por aqui desta vez tenho só uma coisa a dizer-lhe. Aldrabões não vão longe e Dons Quixotes muito menos. Pasquim pró-império!!! Pequenito tem os seus amigos hipnotizados!!!! Um conselho deixe de atacar o armário de medicamentos lá de casa.

Novamente a dar-lhe com Smith. Agora chamou-lhe filósofo que serviu de base a essas duas revoluções que refere. Epah isso só na cabeça de quem pouco percebe disto. Mas mesmo que assim fosse tenho de lhe dizer uma coisa esses povos fizeram muito bem pois tem tido bastante sucesso.

Nash é menos importante que Smith durante os tempos que correm. Pensa bem numa coisa na presença de dois blocos com poder nuclear qual é o equilibrio de Nash. Eu digo-te pah, construir o máximo de bombas e nunca carregar no botão. Porquê? A penalização é tão grande para ambos que o equilibrio é mesmo não carregar no botão. Claro que tu não compreendes o avanço que a teoria dos jogos possibilitou a muitas ciências, entre elas a economia, pois aquela a que tu te dedicas baseia-se em encharcar o mundo de comprimidos para manter a malta no lugar. Talvez ainda alguem venha a provar que no fundo isso é um equilibrio de Nash.

Não Léon ao contrário do que tu e a maltosa do PC julgam não nos incutem ideologia na faculdade. Aliás são muito abertos a que pensemos por nós. Agora fodem-nos a cabeça quando pômos a ideologia a frente da razoabilidade e experiência.

Li a Biblia e o Capital antes de tu o teres feito. Não tenho a minima dúvida disso. Acho no entanto que na ciência devemos andar para a frente e não passar a vida a olhar para trás. Agora que a transição é da sociedade feudal para o capitalismo isso só se deve encontrar nos teus livros de história ai do PC. Sim o renascentismo é uma invenção dos capitalistas anti-comunistas.

De natural o capitalismo só tinha a luta de classes. Claro que a utilização e fomento da ciencia e tecnologia é um exclusivo do feudalismo que o comunismo depois aproveitou. Luta pela hegemonia entre os burgueses sim essa malandragem que acabou com a lógica hierarquica reinante e dava empregos a malta para se encher de pasta. Era tudo mau. A dinâmica criada era tão má que era melhor termos rapidamente todos voltado para as cavernas, felizmente que apareceu o comunismo para nos salvar.

Bem tal como esperava nem a simples crónica do Walras tu compreendeste. Tens de te aplicar mais na matemática ou então culpar este vil sistema de ensino capitalista português pelas tuas deficiências. Tudo isto é triste tudo isto é fado. Eu falei em roupas iguais?!?!?!? Falei que a produção de bens de luxo era impossivel?!?!?!? Pah falei-te de uma crónica escrita antes da revolução de outubro em que se teorizava acerca de questões pertinentes em relação à produção e distribuição. Sem dúvida que és mesmo muito desonesto intelectualmente. Faz-me um favor poem só palavras na tua boca que a minha ja tem que cheguem.

O mérito e a poupança sempre provocaram desigualdes no poder de compra. Claro Leon e a solução é inventar um sistema que promova Ieltsins, Brjenevs e tudo malta que vai ter a lucidez necessária para resolver esses problemas. O problema está na acumulação então o sistema ideal será promover pessoas com pouco mérito que não poupam de forma a recompensá-las. E depois incrivelmente chegamos ao ponto em que ninguem é empregado de ninguem (ou seja não ha chefias, nem uma hierarquia) que compram bens ao seu preço real de produção. Epah Leon nós que trabalhamos na dinâmica costumamos dizer que bonito esse equilibrio estático, mas e se acontecessem surpresas que alterassem esse custo real, ou existe um sistema flexivel que transmita esses choques ou então é como durante a grave crise financeira dos anos 70 na união soviética. Depois não há dinheiro para os cereais, especialmente quando acontecem maus anos agricolas e o plano quinquenal sai furado!!!!! Epah depois a malta morre a fome!!!! Talvez te recordes ou talvez não que quem se chegou a frente foi o Ocidente, julgo eu com medo que aquela merda toda lhes rebentasse em cima.

Quotas bienais para a garrafa de champagne tudo bem. Mas quem é que decidia a sua forma de distribuição? E se fosse esse o caso não poderiam haver uns chicos-espertos que surripiassem algumas? Não claro que não pois eram tudos puros funcionários do partido.

Sim Leon na india dos séculos XVI e XVII uma companhia apenas obteve o dominio de muitas zonas do pais, zonas essas que estavam sobre o dominio de senhores feudais mongois ou de principes indianos que respondiam a esses senhores feudais. Não deve compreender o Império Mongol nem a sua organização mas vá por mim, essa organização contribui para que este se baseasse num conjunto de provincias que respondiam em relação ao centro. Como deve de certeza também compreender a desagregação deste império não se reflectiu no regresso da malta toda a casa. Uns quantos ficaram nos seus dominios e agora era ainda melhor pois não tinham um imperador a quem prestar vassalagem.

Walras segundo a sua teoria conseguiu um feito. Ser não só o único anti-keynesiano como também o ser antes de Keynes ter exposto a sua teoria macroeconómica. Aliás Walras morre em 1910 e a teoria geral da moeda, juro e emprego é publicada em 1935. Novamente desonesto intelectualmente. Começo a julgar que não é falta de atenção mas um principio da sua argumentação. Neste ponto acrescento mais uma coisa, não existem anti-keynesianos na ciência económica, aliás o próprio Keynes apenas discorda dos neo-clássicos em relação à dinâmica de curto prazo. Keynes afirma que à processos de ajustamento que podem ter repercussões no longo prazo, apesar de concordar com o equilibrio macroeconómico como ele era concebido no longo prazo. Esses efeitos ainda hoje são discutidos e uma das pessoas que trouxe mais luz ao assunto foi Nash (esse doente mental que devia era ter sido drogado, electrocutado e depois internado).

Um ponto que me tinha esquecido, esse sistema penal que fala era sem dúvida de uma eficácia tremenda. Esqueceu-se de um dos crimes no entanto provocar paranoia em Stalin. Esse também dava direito a coisas terriveis.

Bem agora vou saltar uns pontos de somenos acerca da nacionalidade no regime czarista para falar desse livrito do gorbatchov. Esse obra herege para os puros como você, nem sequer chega a ser um documento estratégico. Quem o ler, não sei se voçês lá no Partido tem permissão para tal, acontece-lhes duas coisas de certeza. A primeira desilusão. Então era este o livro que causa tanta polémica, epah isto quanto muito causa é sono. O segundo é o sentimento de aborrecimento. Estavamos a espera de lêr um importante livro acerca de estratégia politica e isto é um documento de operacionalidade industrial. Capitulos e capitulos a discorrer acerca dos problemas da produtividade, inovação tecnológica e organização industrial. Problemas prementes como é evidente mas um documento insuficiente para uma nação que gastava rios de dinheiro a tentar manter um regime amigo no Afeganistão.

Um ponto importante Leon que voçê nunca refere acerca da União Soviética. Esta sempre teve relações comerciais e diplomáticas com o vulgarmente conhecido Ocidente. Os problemas que o livrito do Gorby referia eram fundamentais para um pais que já não conseguia cumprir com planos quinquenais adequados e muito menos produzir fundos que lhe permitissem obter mercadorias no exterior. Podemos como tal sempre falar da gestão do colapso agora o colapso do sistema com ou sem livrito era inevitavel. A não ser que houvesse uma surpresa que permitisse restabelecer o equilibrio o sistema soviético estava falido. Dou-lhe uma ideia quando temos 30 pessoas para comer 20 fatias de bolo ou cortamos nas fatias ou matamos 10 pessoas. Produzir bolos maiores e mais nutritivos demora tempo e é uma heresia para alguns. Implica acumulação e poupança e depois ainda podem haver alguns que progridem através do seu mérito.

Folgo em ver a sua tentativa de abordar o colapso de 1929. Julgo no entanto que mete os pés pelas mãos. Afinal qual é a causa, super-produção ou excesso de especulação. Um problema real ou um problema monetário. Bem se formos por Keynes é um problema monetário, se formos por Marx é um problema real (isto no sentido do mercado de bens e serviços). Agora as duas é demasiado rebuscado. Imagino que você no ódio a tudo o que não é comunista bata palmas à desgraça. Eu recuso-me, sou neo-keynesiano, acredito que aconteceu uma má gestão de uma questão monetária que provocou uma automática retracção na procura. Essa questão poderia ter sido evitada se se tivesse baixado a taxa de juro e o governo tivesse posto dinheiro nas mãos dos mais pobres. Existiam outro tipo de regulamentações que contribuiram para isso, muita facilidade de falência individual, pouco controlo do risco de crédito entre outras. Com o tempo as soluções keynesianas e neo-keynesianas têm ganho espaço em relação às teses neo-clássicas do puro equilibrio mas muitas vezes lidar com uma situação real no momento com todas as pressões que existem não é assim tão fácil como alguns gostam de vender. Se formos por Marx o que fazer? Produzir menos de forma a evitar o problema, bem mas isso provoca desemprego. Outras soluções mudar o sistema, só é viavel para quem não passa dificuldades e se julga Deus para decidir entre a vida e a morte.

Continuando na macroeconomia voçê Leon revela-se como pouco percebendo e metendo novamente os pés pelas mãos. Afinal o que pretende tecnologia para não se trabalhar, mas depois grita acerca do excesso de trabalho, para logo vir falar do desemprego galopante. Epah decida-se homem. O que quer? Um planeta de ócio? Mais emprego? Um conselho apresente números para basear essa do desemprego galopante. Defina questões fundamentais como decisões entre trabalho e lazer e más condições de trabalho. Compreenda que questões diferentes têm géneses diferentes e soluções diferentes. A única obscenidade aqui é esse discurso do populismo barato baseado na sua gigantesca desonestidade intelectual.

Vejo agora que também defende Krushov. Deus queira que voçê nunca esteja no poder pois se fôr esse o caso muitos portugueses terão que morrer. Eu já sei que estou na sua lista mas para me apanhar vai ter que se esforçar bastante, isto claro se eu não o apanhar primeiro a si.

Pol Pot sem dúvida era um grande aliado americano. Nixon deve ter-lhe dado uns trocos para evacuar a embaixada americana quando o regime colapsa. Não me diga que tem provas de mais uma grande conspiração americana ou isto é só mais uma desonestidade intelectual sua.

Sim Mao deixou a china muito melhor. Em 1980 Deng Xiao Ping teve de reformular toda a politica económica pq esse louco assassino tinha deixado o pais de rastos. Deng teve uma virtude alterou a estratégia ao contrário de Gorbatchov que pensava que ia lá com um documento operacional. Mais uma desonestidade intelectual da sua parte, dizer que a china de hoje, que tem uma relativa prosperidade, tem alguma coisa a ver com o que um dos maiores monstros da história nos deixou.

Que o estado germânico tenha sempre procurado expandir o seu império não há duvidas Leon. Agora as matanças é que nos provocam interrogações. Porque não torná-los escravos. Seria concerteza mais rentavel em termos económicos. Agora tudo isso que voçê fala ai não pode ser explicada por uma lógica económica. Matar custa dinheiro e produz poucos beneficios. Escravizar pelo contrário pode ser entável. Desonesto outra vez intelectualmente Leon, prove que matar é mais rentável que escravizar e depois culpe a lógica económica. Meter a economia neste barulho quando ele justificava muito pelo contrário outro tipo de situação. Neste ponto Stalin foi muito mais inteligente pois utilizou muita mão de obra escrava para conseguir prosseguir os seus objectivos, mas já percebi que você dos lideres soviéticos apenas discute as suas derivas ideológicas e nunca as suas acções.

Sim só voçê Leon poderia falar do espectaculo de decapitações como algo bonito. Deve tar ansioso para me ver lá pelo canal do partido comunista quando chegar a altura não é. Traga alguma coisa se quer discutir, se só quer insultar digo-lhe novamente, Leon é desonesto intelectualmente.

Bem a grande questão acerca da coligação que combateu na russia poderia passar também por quem financiou Lenin. Não, não foi o governo Português. Foi o Alemão. Seria simpático da sua parte retirar esses das suas fabulações. Não é a forma correcta de tratar amigos que nessa altura estavam completamente falidos e tinham sido proibidos de ter um exército. O Tratado de Versalhes diz-lhe alguma coisa? Desonesto intelectualmente novamente Leon.

Acerca das seguradoras para quem não sabe elas foram na realidade nacionalizadas recentemente. A Caixa Geral de Depósitos adquiriu recentemente activos que representam 70% do mercado segurador em Portugal. Caso clássico no nosso pais a má gestão é premiada com a salvação pública. Quem paga no final? Obviamente o consumidor, ou se quiser o Zé Povinho.

Acerca do SNS o seu problema deriva do facto de não só os seus orçamentos nunca terem correspondido à realidade bem como da sua gestão ter sido ao longo dos anos extremamente questionável. Como é óbvio ninguem quer ficar com algo que produz enormes problemas financeiros. O papel do seu partidozito nesta história também não é inocente pois aprovou orçamentos rectificativos atrás de orçamentos rectificativos permitindo que esta questão fosse agora colocado. Eu prefiro enfrentar os problemas e não andar a jogar os joguinhos politicos do empurra para a frente. O seu partido não só contribuiu para isso como agora a única estratégia que apresenta é estoire-se ainda mais dinheiro. Epah mas depois o contribuinte aborrece-se. Mas isso já não interessa, o que interessa é que os vários interesses continuem a estoirar o dinheiro do contribuinte, se necessário com a cobertura da ideologia. Eu Leon sou contra a privatização do SNS. No entanto Leon sou a favor daqueles que preferem ter serviços de Saúde fora do sistema.

Espero Leon que esteja satisfeito com o que fez. Espero que os chás com o Bernardino sejam interessantes. Sim Leon eu sei que voçê é daqueles que acredita que está tudo bem na Coreia do Norte e que essas noticias de fome e mortos são tudo invenções da imprensa pró-capitalista. Também sei Leon que se divertem a falar da forma como o Dalai Lama, esse vil senhor feudal foi corrido do Tibete. Agora as meninas Tibetanas já não têm de passar por uma vida de provações na montanha, podem obter empregos como prostitutas nos bares de Lhasa desde os 12 anos.
 
... Para me deixarem mesmo deslumbrado com tanta verborreia "intelectual" chamem-me o Nuno Rogeiro como mediador...pois a ele "Falem-lhe de aviões: ele sabe até o que é a fuselagem. Falem-lhe de submarinos: ele já comandou três. Falem-lhe de filosofia: o Heidegger pedia-lhe conselhos. Falem-lhe de geoestratégia: o Pentágono não dá um passo sem a sua autorização.
As televisões não abrem os telejornais importantes sem a sua presença. Os seus comentários deixam-nos de boca aberta. O homem sabe tudo... dêem-lhe apenas 24 horas para se documentar."...

Uma opinião que conta!

Nuno Rogeiro para ouvir em directo às 8h20 no Radio Clube Portugues!!!
 
Caro Leon, não pretendo discutir consigo pois para além de o achar intelectualmente desonesto, acho que trocar ideias consigo é tão interessante quanto discutir com uma rocha, com a diferença que a rocha não me magoa os ouvidos nem os olhos com argumentação barata, adjectivos panfletários e enfabulações.
Mas gosto de ver a sua suposta superioridade moral quando veio escondido atrás de um pseudónimo pregar qual evangelista extremista, daqueles que abundam pelos Estados Unidos que você tanto abomina.
Ao contrário do que já vi aqui, considero que não é bem vindo aO Partido, pois leva-se demasiado a sério e tem a cabeça cheia de dogmas e isso é o que a gente não quer para aqui... Gente desonesta, dogmática, hipócrita e sem o mínimo sentido de humor.
Para terminar, digo-lhe só que Jara não é camarada, nem tem o monopólio do uso da palavra. Para sua informação camarada pode ter um ou mais destes significados: companheiro de quarto;
pessoa com quem outra convive;
condiscípulo;
colega;
cada um dos indivíduos que exercem a mesma profissão;
militar que está impedido do serviço de um oficial;
e eu não o vejo de nenhuma destas maneiras.
 
Não sei quem é balariu.
Não sou desonesto e muito menos faço de uma fantasia o meu modus vivendi como tu balariu.

Divirto-me demais com a verdade para me distrair com 'partidos' ou discussões de mentirinha

Não mintas pequenito pinóquio para seres um menino de verdade em vez de um autómato virtual que responde a metro para dissuadir incómodos visitantes.

Lê o que é dito para não dares respostas ao lado.

Sou pequeno burguês trabalhador e não beneficio em ser comunista
a não ser moralmente
pela fome de justiça

PS: Se quiseres tou disponivel para te conhecer e dialogar sem intreface
 
Balariu Balariu, de tanto palrear tas sempre a conquistar. eu a pensar que querias comandar e afinal queres é galantear!!!!

PS: Se quiseres também tou disponivel para te conhecer e dialogar sem interface!!!
 
Como em outras situacoes, Leon, mostra a sua veemencia na incapacidade de ouvir. Isto e claramente obsessao, sendo que desde o inicio nunca sequer deu resposta a outros camaradas sem ser o secretario geral. Digo-lhe aqui, directamente, que a sua falta de capacidade de aceitacao dos outros e enorme. O pulpito nao e sitio de onde se possa manter uma conversa. Se calhar o "eu comum ignorante" nao vai achar muito interesse se lhe estiver a gritar de cima.

Nao questiono aquilo em que acredita (nao e para isso que ca estou), agora digo-lhe que para tamanha desconsideracao nao ha paciencia.

Nao se entende como se pode dar ao trabalho de vir ca escrever todo este material, quando nada aqui pede esse tipo de intervencao.
 
Bem Leon e esse é a tua tua única identificação para mim a partir daqui a para sempre,

A tua desonestidade não tem limites, não sabes quem sou eu ó filho da puta. Sabes muito bem. Sabes como eu sei a tua, basta ver a tua verborreia e contidas insinuações para perceber muito bem que tu sabes. Aliás alguns dos camaradas que tu referes em busca da sua salvação até acabam por ser da minha familia. Mais uma desonestidade Leon. Um modus operandis julgo. Provavelmente a tua maneira de ser.

Eu Leon só faço fantasias neste blog para a palhaçada. Tu Leon és um monte de merda que aqui aparece com uma identidade falsa a praticar a arte da decepção. O teu modus vivendi é aquele que procura enganar os outros de forma a obter consequências. Sabias muito bem desde o primeiro momento que aqui vieste quem eu era. Sabias também que me podias confrontar frontalmente da forma que pretendesses. O que escolheste tu Leon? A decepção e a mentira. Escondeste-te atrás desse pseudónimo e depois dizes que eu é que fiz isso. Qual a diferença? Tu sabias muito bem quem eu era. Podias ter o meu telefone, mail, msg se quisessses. O que escolheste tu? A intriga, a aldrabice e a confrontação camuflada.

Esse discurso de não sabes quem eu sou é bonito para colocar desta forma mas tanto tu e eu sabemos muito bem quem nós somos ó merdoso. Não tenho medo de ti e ponho-te no lugar menino quando fôr a ocasião.

Uma informação meu anormal. Nós aqui preocupamo-nos em fazer algo que tu se entendesses poderias classificar como humor. Eu conheço-te o suficiente para perceber que tu não entendes. Diz-me no entanto uma coisa. Não foste informado que isto ia acontecer? Não te foi oferecido um papel? Tudo isso aconteceu meu monte de merda, no entanto tu tinhas de faltar ao respeito a toda a gente e tentar torpedear isto desta forma só porque discordavas. Faço aqui uma pausa. Tu não discordavas só porque não tens sentido de humor, talvez seja por isso que tens de passar a vida a chatear a malta com as tuas pseudo-aventuras sexuais. Já tinha reparado que cada vez que se tá contigo temos de levar com as tuas pseudo-aventuras sexuais. Pah não tens sucesso com gajas mas a culpa não é do nosso blog.

Eu respondo a metro e tu pelos vistos tens o dom da verdade. Deve ser por isso que o tal anti-keynesiano morreu 25 anos antes de Keynes publicar a sua teoria. Um conselho deixemos a verdade a Deus e à religião e preocupemo-nos com os factos. Neste aspecto especifico os teus factos cheiram a merda por todo o lado. Nem é preciso por vezes ir confirmá-los, um pouco de bom senso poem essa verborreia originária do amendoim que vai fazendo tilt pelo teu craneo no lugar. Ainda tens muito que progredir mas já reparei que esse não é o teu forte. Não é de admirar um atachado como tu, com o paizinho que tem, e provavelmente com o lugar que ja deve ter no seu PC, venha a ter um lugar relevante neste pais do faz de conta que é Portugal.

Dar respostas ao lado é o teu forte Leon. Melhor dito geralmente é só bolas para bancada. Digo-te mais uma coisa no entanto, sendo a tua desonestidade intelectual tão grande , julgo que esta será a última vez que eu te vou responder. Não vale a pena perder tempo com uma pessoa como tu que martela ideologia negando tudo o que não lhe convêm.

Pah pequeno burguês é o tipo que trabalha 12 a 14 horas por dia aqui na sua mercearia a porta da minha rua para dar uma vida decente aos seus filhos e tentar proporcionar algum conforto aos seus netos. Tu meu monte de merda apenas estoiras o dinheiro dos paizinhos. Nos próximos tempos não tenho dúvidas de que entrarás na máquina estatal para começar a gastar o dinheiro dos nossos impostos. O meu maior medo é que o teu estalinismo exacerbado te leve a um papel de legislador no PC e na AR. Já temos o exemplo do Bernardino, mas levarmos contigo, ainda por cima para a malta que te conhece era sem dúvida um inegavel convite à emigração.

Eu sou só um cientista sem nenhum apoio estatal. As minhas aspirações a obtê-lo são iguais a zero. Talvez tivesse mais hipóteses se tivesse uns paizinhos como tu tens. Não tenho inveja no entanto, depressa emigrarei e deixarei esta xafarica para palhaços como tu a foderem de vez. Ah mais uma coisinha. tenho a certeza que a minha futura investigação será utilizada por palhaços como tu e como o Bernardino para defenderem posições em relação a politica fiscal. Fico fodido de servir os vosso intentos mas não me importo, a vida de um cientista é assim e a vida de sangessugas como tu também é assim.

Fome de justiça. Fdx em toda esta discussão nem uma palavra pelos mortos do comunismo. Bem então se formos a ver a vida do Português normal em comparação com a tua o único espaço que existia era um para pedir desculpas. Mete a tua verborreia num clister e enfia-a pelo cu acima. Eu sei muito bem do que palhaços como tu gostam. Putas e vinho verde. Justiça para ti só se fôr aquela dos campos de concentração para os teus inimigos politicos.

Acerca dos dialogos sem interface digo-te já uma coisa. Nunca, mas nunca mais seu desonesto de merda me dirijas a palavra. Tu sabes muito bem quem eu sou, no entanto esqueceste que nem todos são uns merdosos como tu. Noutros tempos a desonestidade que tu cometes-te seria resolvida com espada, florete ou pistola. Nos tempos que correm e por respeito às nossas familias que têm muita gente conhecida em comum finge que eu não existo. Desapaparece na penumbra que eu faço o mesmo. Uma coisa só para terminar caso não queiras seguir o meu conselho uma coisa te garanto, arrebento contigo mal tenha o motivo e a oportunidade. O motivo? És um filha da puta que te foi oferecido tudo e como se não te bastasse declinar ainda nos quises-te trair da forma mais vil possivel.

Se quiseres e se conseguires leva aqueles camaradas que referes. Eu não me importo.
 
Afinal não és anti-comunista primário, és só primário.

Não conheço nenhum pedro mendonça.
Se te lembras de mim (pelos vistos mal) eu de ti não tenho memória e muito menos sei quem é a tua família.

jara
 
Bem continuas a vir aqui atacar-me, insultar-me, denegrir-me e continuas a ser desonesto. Não me conheces meu palhaço, essa é muito boa. Só conheces aqueles que te dão jeito e quanto de dá jeito. Já percebi que a única forma de lidar contigo é a bruta ... .
 
Camarada Protocristo com o florescer da Primavera Burocrática convido-o para uma reunião de forma a detalharmos o processo da organização da Grande Confederação Internacional de Partidos Burocráticos.
Até breve
Boa Burocracia!
 
Porrada !!!! Porrada !!!!
 
Não nos chegava a Kikinhas tinha que vir outro com Kapas no nome. Olha aproveita que cá vieste e leva lá os teus fans contigo se não te importas que já não há paciência para os aturar.
 
Bonjorno, o-partido.blogspot.com!
[url=http://athe.pun.pl/ ]Vendita in Italia[/url] [url=http://viagraradf.pun.pl/ ]Acquistare viagra [/url] [url=http://viagraonline.pun.pl ]Comprare viagra online[/url] [url=http://viagracqui.pun.pl/ ]Acquisto viagra generico[/url] [url=http://cialisenta.pun.pl/ ]Comprare cialis online[/url] [url=http://viagrakhou.pun.pl/ ]Acquistare viagra online[/url]
 
http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site
 
Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?